Crônicas

Registrar a natureza, as gentes, as relações é um desafio e um prazer. Desafio, pela busca da palavra capaz de melhor enfocar a percepção fugaz ou a impressão duradoura. Prazer, pela alegria do encontro com o texto, pela possibilidade de usar a palavra em benefício do relato, de compartilhar aquilo que era apenas emoção.